P0RQU3 3RR4M05?

Depois dos feriados de Tiradentes, sexta-feira santa e Páscoa, voltamos a vida no blog. Hehehehe.
Alguns viajaram, outros ficaram em casa. No meu caso, fiquei em casa (com direito a trabalhar no sábado… bom demais, não? Afff..).
Nesse semi-feriadão eu li a reportagem da revista Galileu “P0RQU3 3RR4M05?” e eu adorei ela!! Hhehehhe. Me identifiquei com alguns exemplos dados. Então… ai vai o resumo da reportagem para os que não leram.

Errar é humano e inevitável!

Resumidamente, erramos porque somos influenciáveis, excessivamente confiantes e insistimos em fazer várias tarefas ao mesmo tempo. Como se não bastasse, nossos olhos não veem tudo o que está em nossa frente e nossa memória inventa e distorce fatos.

Errar faz parte do nosso aprendizado. Os erros representam um motor de inovação. Lidar melhor com eles nos faz aprender mais e ser mais tolerantes.

Um dos motivos para isso acontecer é que na base do nosso conhecimento está a indução, tipo de aprendizado a partir da repetição de padrões já armazenados em nosso cérebro. Por exemplo, você não aprendeu a falar português porque alguém lhe explicou as regras gramaticais quando era bebê, mas porque identificou padrões nas articulações de palavras e passou a replicá-los, ainda que com erros nas primeiras tentativas.

Conforme esses padrões são aprendidos, não precisamos analisar situações corriqueiras em detalhes. Basta encaixá-las nas generalizações já criadas no cérebro. Um exemplo disso é que deciframos sem muita dificuldade o que está escrito abaixo, pois você não lê letra por letra, mas procura padrões de palavras armazenados em sua cabeça e, rapidamente, entende o que deveria estar escrito, e não o que realmente está.

* N0554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R C0I545 IMPR355ION4NT35!

* Cnougisemos ler um txeto msemo que as ltreas dnerto das plavaras etseajm ebmarlahadas!

Nosso cérebro recebe milhares de instintos a todo momento, precisamos ignorar muitos para desenvolver nossa cognição. Se você ficar atento aos estímulos que vêm do pé, da mão, de todos os lugares, não consegue ter foco. Por isso, você pode procurar a latinha na prateleira em que sempre a deixa, porém, se ela foi mudada de lugar, você pode ficar um tempão procurando algo que está bem debaixo do seu nariz. Você não procura o objeto em si, mas os padrões que estão armazenados no seu cérebro.

As opiniões dos outros literalmente alteram a nossa percepção e o processamento de informações na mente.

Quanto mais fraca a recordação, maior a chance de usarmos informações que nada tem a ver com ela para interpretar o que aconteceu. Em vez de simplesmente lembrar o que ocorreu, preenchemos as lacunas das recordações usando padrões cerebrais já armazenados.

A mesma região do cérebro que responde pela percepção e pela atenção também está envolvida no processamento de emoções. Por conta disso, a compreensão do mundo e a propensão a errar e aprender estão intimamente ligadas ao que sentimos.

Prevenindo erros

* Exercício físico: aumenta a disciplina e nossa capacidade de atenção seletiva. Também libera hormônios com forte teor ansiolítico.

* Não perca objetos valiosos: Escolha rápido! Tentar pensar em um esconderijo ultrassecreto ou em uma senha à prova de tudo leva as pessoas a esquecerem mais facilmente.

* 1 coisa de cada vez: O hábito cada vez mais comum de desempenhar muitas tarefas ao mesmo tempo aumenta nossa chance de erro. Ser interrompido logo após a aquisição de uma informação pode nos levar a formar falsas impressões.

Não é o caso de parar de errar, mas de admitir que está errado. Sem sentir culpa por isso.

Gallery | Esta entrada foi publicada em Dicas for Life. ligação permanente.

2 respostas a P0RQU3 3RR4M05?

  1. hahahahahha.. esqueceu de mencionar que só leu a Galileu porque eu sou viciada e enchi o saco de todo mundo com exemplos da revista. Eu adorei essa reportagem da Galileu, a revista é realmente um sucesso.
    beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s