Como surge uma médica…

Ainda na função toda de reorganizar armários aqui em casa… encontrei minha caixa de bilhetinhos da época de colégio. Dei uma olhada por cima e quase morri de tanto rir de alguns bilhetes e cartinhas.
Estou louca para conseguir a máquina com a minha irmã para tirar fotos de alguns desses incríveis bilhetes.
Bom, encontrei um bilhete que era uma história contada por uma amigona minha (Lu Loka, na época se chamava assim e por bons motivos como vocês verão… ah, não que hoje ela não exista mais, engana-se quem achar isso).
Vou escrever a história exatamente como está no bilhete… pena não ter data esse bilhete.

“A muito tempo atrás conheci uma garota que se chamava Juca’s boy, o vilarejo em que morava estava em completa escuridão, nada poderia ser feito pois no escuro corriamos feito loucos e pechavamos foi entaum que conheci Juca’s boy e desde entaum nunca mais deixei de ter com quem comer alfasse com goiaba e atum.
Neste mesmo vilarejo em um castelinho amarelo morava Jony Robert um menino que após ter sonhado com uma fadinha loca começou a achar que era um porquinho, o rei e a rainha indguinados e desesperadoss fizeram um pacto com o grande monstro elefante de xafariz, em troca de um lar feliz para seu filho eles lhe dariam o reino.
Depois de uma longa viagem eles encontraram um xiqueiro e lá deixaram Jony Robert foi por incrível que paresssa era a casa de Juca’s boy ue indignada mandou sua lombriga de estimação matar o grande e popozudo animal que sentou sobre a lombriga, que com um penacho fincou o popozão e os dois foram parar em minha casa, já que sou a parteira local.
Mas e os dois briguentos (Juc. e Rob.) bom se apaixonaram e até hoje vivem de fabricar lavagem p/ porcos e esterco de jardim. Mas a história não acabou já que Juca’s engravidou e teve um lindo terneiro… (eu mesma vi nascer) e uma dúvida ficou no ar.
Não deveria nascer um porquinho?
Fim
Crazy Girl”

Esse foi uma das histórias contatas há mais de uma década atrás por nossa futura médica.

Adorei, Lu!
Beijocas gaúchas!

Gallery | Esta entrada foi publicada em E do nada... passou pela minha cabeça!, E foi assim.... ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s